Lançamentos

Lançamentos
Acompanhe aqui os lançamentos de 2014

Far Cry: Classic vem aí!!!

A Ubisoft liberou hoje o trailer de lançamento da versão atualizada do primeiro Farcry, renomeado de Farcry Classic. Em comemoração ao décimo ano desde o lançamento da franquia, o jogo contará com gráficos, mecânicas e controles atualizados. O título foi disponilizado hoje para a Playstation Network e Xbox Live Arcade.


Far Cry Classic está sendo disponibilizado para Playstation 3 e Xbox 360 no formato digital através das redes Playstation Network e Xbox Live Arcade, e está podendo ser adquirido pelo preço de $9,99 (R$ 22).


Descrito como "a versão premium definitiva para os consoles" do primeiro título da série lançado em 2004 para os PCs, Far Cry Classic oferece gráficos aperfeiçoados que apresentaram folhagens realistas, ciclos de dia e noite em tempo real, veículos dirigíveis tanto aéreos quanto subaquáticos, cenas cinematográficas da história do jogo retrabalhadas, e também uma nova interface de usuário.



O título é um jogo de tiro em 1ª pessoa que coloca os jogadores na pele de Jack Carver, o capitão de um barco que acaba se vendo perseguido por um grupo de mercenários altamente treinados em uma ilha deserta com belíssimas paisagens.
Far Cry Classic também poderá ser encontrado por meio de uma nova coletânea da série chamada deFar Cry: The Wild Expedition, uma edição exclusiva para a Europa que incluirá ainda os jogos Far Cry 2, Far Cry 3 e Far Cry 3: Blood Dragon.

O lançamento da nova versão em HD do jogo vem para celebrar o aniversário de 10 anos da estreia da franquia.


Sim!!! Ele esta de volta!!!! Carmageddon:Reincarnation







A desenvolvedora Stainless Games, conhecida pelo clássico Carmageddon, divulgou uma nova postagem no seu blog oficial da franquia,um novo vídeo com testes realizados na suspensão e na direção dos carros que serão utilizados pelos assassinos pirados no novo jogo da série, Carmageddon: Reincarnation.
No vídeo, os desenvolvedores usam o carro Twister em uma fase costeira baseada numa fase do Carmageddon clássico para demonstrar como estão a suspensão e a direção dos veículos no jogo. Confira:


Anunciado pela primeira vez em Junho de 2011,ficou para a liberação de um título digital em 2012.O desenvolvedor completou uma rodada de investimento de cerca de $ 3,5 milhões em adição à $ 625.000 o qual levantou a Kickstarter em 2012,mas ainda assim,foi pouco divulgado,e pouco se soube do seu projeto e não tinha uma data de lançamento.


Parte da postagem dizia "Dito isto, eu tenho mantido um controle rígido sobre a mídia lançados para o jogo, e ele está ficando maravilhoso! No entanto, na direção parece que o Eagle está meio que se desviando do que eu sempre tinha em vista, como o veículo que era um carro esportivo e elegante, sexy com espinhos e lâminas ligadas a ele, a definição de Max como o demônio da velocidade e protagonista empenhado em ganhar a todo custo. O Eagle parece que esta fora dessa visão , e eu não quero insultar a todos, mas devo dizer, bruto de uma forma,o Eagle precisa se superar.Então eu fiquei abalado com alguns rápidos esboços de conceito, e tornou uma versão do carro que puxa as ideias q tinha em mente.


A maioria dos esboços não têm todos os aparatos diabólicos e lâminas de serras e material aspirado, porque são mais um tema de exploração de proporção global e design. as outras coisas podem ser anexados depois, como é assim que eu me sinto Max teria construído o Eagle  com equipamento e um monte de ferramentas e dispositivos de homicidas em um carro esporte SweetAss."

Nova DLC de Assassin's Creed 4: Freedom Cry


Assassin's Creed 4: Freedom Cry é o mais novo DLC da franquia da Ubisoft. Nela, o jogador é transportado a encarnar Adewalé, pirata que foi ex Quartel-Mestre de Edward Kenway, o pirata assassino.

É possível ajudar escravos a serem libertos assaltando leilões (Foto: Reprodução/Forbes)



A Ubisoft acaba de anunciar que o jogo de aventura e ação single-player Assassin’s Creed Freedom Cry já está disponível para download em versões para PlayStation 3 e PlayStation 4. A partir do dia 25 de fevereiro o game também poderá ser adquirido para PC. Lançado originalmente como um complemento a Assassin’s Creed IV Black Flag, Assassin’s Creed Freedom Cry não dependerá mais da compra do outro jogo e custará R$ 34,99 em todas as versões disponíveis.

Assassin’s Creed Freedom Cry conta a história de Adewale, um homem nascido na escravidão. Antigo pirata e agora um membro treinado da ordem dos Assassinos, Adewale naufraga no Haiti do século XVIII, palco da mais brutal escravidão das Índias Ocidentais. Para conseguir voltar ao oceano, Adewale passa a ajudar os moradores locais em troca de uma tripulação e um navio. Porém, quanto mais ele luta pela liberdade, mais se envolve com a comunidade escrava Maroon, o que o força a enfrentar seu passado sombrio. No jogo, Adewale reúne sua nova tripulação e prepara as armas para acabar com inimigos e libertar escravos, levando um pouco de justiça ao local.
assassins creed 411111111 -

Confira esse belo video com a GW


Titanfall promete mudar a geração de jogos multiplayer!


Durante o breve período em que esteve disponível, o beta de Titanfall teve 2 milhões de usuários únicos, contando as plataformas Xbox One e PC. A gerente de comunidade do game, Abbie Heppe, disse que os testes serviram para identificar um grande número de bugs, e também para começar a "criar laços com os jogadores".









Em desenvolvimento pela Respawn Entertainment, empresa dos criadores de Call of Duty, Titanfall traz facções rivais enfrentando-se pelo controle de um planeta em duas escalas de combate. Pilotos usam jatos portáteis e invisibilidade para se mover pelo cenário, ricocheteando em paredes, voando e indo de missão em missão usando armas leves. Enquanto isso, gigantescos esqueletos de combate servem como os tanques de guerra deste universo.

Confira aqui com o Gamer World!!!!


Titanfall Wallpaper


Pilotos entram e saem desses robôs mudando o escopo do confronto e podendo virar a partida a qualquer momento. Organização é necessária para que soldados comuns consigam derrubar os colossos, que não recuperam energia, e são igualmente ágeis.


Titanfall

Os produtores exaltaram também que Titanfall preocupa-se em levar lições aprendidas em partidas single-player para o mundo multiplayer. Todas as missões, por exemplo, estão inseridas no contexto da história e contam com animações de computação gráfica. “Mesmo sendo um jogo multiplayer, quisemos criar um mundo que aparenta ser de um jogo single-player”, disse Abbie Heppe, gerente de comunidade do Titanfall.


Titanfall HD Wallpaper

O lançamento acontece no segundo trimestre de 2014 para Xbox One, Xbox 360 e PCs.


Titanfall

Dawngate



Dawngate é um multiplayer batalha de arena, jogo desenvolvido pela Waystone Games e publicado pela Electronic Arts para o Pc . Vai ser um jogo free-to-play que é susceptível de ser apoiado por micro-transações . Notícias sobre o jogo começou a vazar durante a primeira-meados de Abril de 2013, com alguns detalhes sobre a mecânica, jogabilidade, ou outros elementos. Ainda não foi anunciado quando o jogo vai abrir, o beta fechado.O período de testes começou no dia 24 de maio, mas não há ainda data de conclusão!!!
Превью Dawngate
Fique ligado!Novas informações em breve!
Превью Dawngate

NFS: Rivals

Fim de uma franquia de sucesso ou inicio da "next-Gen"?






Tendo acompanhado toda a série desde os seus primórdios, confesso que não tenho me sentido atraído pelos últimos títulos de Need for Speed. Talvez tenha voltado a sentir algo em 2010 com a chegada de Hot Pursuit, já pelas mãos da Criterion Games, o mesmo estúdio que nos trouxe a franquia de sucesso Burnout. Need for Speed: Rivals apresenta-se como a vigésima entrada na série e desta vez o pessoal da Criterion conta com o estúdio Ghost Games para os ajudar a revitalizá-la.


De fato o mundo de Need for Speed está mais vivo do que nunca e Rivals é sem dúvida uma experiência que não podem deixar de lado. O estúdio Ghost Games consegue oferecer-nos uma cidade, mais uma vez ao estilo open-world, onde as pistas e os cenários são deslumbrantes e sempre cheios de vida. O grafismo é sem dúvida a primeira coisa que salta à vista ou não fosse o Frostbite 3 (utilizado no Battlefield 4) o motor gráfico deste título. Tanto o modelo dos carros como a cidade onde toda a ação se desenrola apresentam um nível de detalhe incrível, o que nos transmite uma imensa vontade de pisar até o fundo do acelerador. No entanto este é um título que deve ser jogado em altas velocidades e aí consegue ser mais impressionante. É sem dúvida gratificante percorrer e ficar a conhecer todo o mapa de Need for Speed: Rivals a velocidades estonteantes em que as folhas voam sobre o nosso carro, onde atravessamos florestas e até mesmo montanhas com curvas apertadas e visibilidades traiçoeiras para o olho destreinado. Isto claro, para não falar do estado do tempo que é dinâmico e imprevisível, tanto pode estar sol como podemos estar debaixo de chuva e relâmpagos. Os cenários são como disse deslumbrantes e o nível de detalhe enorme, assim a mínima distração para os apreciar pode ser fatal e culminar num literalmente fantástico acidente capaz de nos fazer dizer OUCH… e dar umas valentes gargalhadas.


Neste título podemos alternar, sempre que quisermos, entre duas campanhas, ou dois modos de história. Cada uma com os seus veículos e objectivos a cumprir. Se escolhermos o lado das corridas, temos como principal objectivo escapar à polícia enquanto que no lado da lei temos de imobilizar (dê por onde der) todos os participantes de corridas. Ao nosso dispor temos um vasto leque de engenhocas chamadas Pursuit Techs que podemos utilizar para nos ajudar. Minas, ondas de choque, EMPs, escudos electrostáticos, outras que atrofiam o sistema eléctrico de outros carros, espigões, bloqueios de estrada, podemos até chamar helicópteros, se estivermos claro do lado da polícia. A escolha é grande e vai sendo desbloqueada à medida que vamos jogando. É também perfeitamente normal que achem tudo isto algo surreal. Um facto é que confere a Rivals um estilo quase arcade e que se torna ainda mais aliciante quando jogamos com amigos e desconhecidos, onde tudo vamos fazer para nos vermos livres deles ou para os mandar para fora da pista.


No que toca a jogabilidade falemos primeiro da nossa principal ferramenta, os veículos. Cada facção tem uma vasta gama de carros de luxo para desbloquear. Cada um, claro, tem as suas características, daí que uns sejam mais fáceis, ou não, de manobrar. No entanto, não se preocupem porque todos eles conseguem transmitir uma incrível sensação de velocidade e liberdade. Os modos de jogo, ou eventos como aqui são chamados, são também vários e cada facção tem os seus. No lado da polícia temos por exemplo o já conhecido Hot Pursuit, onde temos o objectivo de impedir que um determinado número de condutores chegue ao fim de uma corrida. Basicamente os eventos vão cair dentro da premissa oferecida por cada facção o que torna a cidade de Redview um campo de batalha entre a polícia e os velocistas rebeldes.





Este título introduz também um novo sistema de interação social chamado AllDrive. Isto permite-nos estar sempre acompanhados por outros jogadores, cada um com a facção que desejar e quando desejar, claro. Jogar com amigos e até mesmo com desconhecidos oferece uma experiência mais real e gratificante, imaginem que estão envolvidos em perseguições altamente velozes e onde o seu trabalho de equipe é crucial ou para capturar os seus adversários ou escapar ao afinal não tão longo, braço da lei. Claro que não precisam de estar sempre online, se quiserem experimentar este título no modo Single Player, basta ir ao menu de opções.


Online ou offline contra a inteligência artificial, contra amigos ou contra desconhecidos, Need for Speed: Rivals é sem dúvida uma experiência que não podem deixar de lado. Corridas a velocidades frenéticas sempre dinâmicas, e intensamente imprevisíveis numa cidade cheia de vida, não há nada que vos faça parar. O estúdio Ghost Games conseguiu sem dúvida surpreender tudo e todos dando a Need for Speed uma nova vida. Esta nova geração não podia arrancar de melhor forma e ficamos bastante curiosos com o futuro desta série que, sem dúvida, se mostra promissor.

Veja o teaser e se delicie com gráficos absurdamente reais e corridas de prender a respiração!!!



Metal Gear Ground Zeroes





A Konami informou ontem a data de lançamento do jogo, revelando que a primeira parte de Metal Gear Solid V fará a sua estreia no dia 18 de março de 2014. O título está confirmado para ser lançado paraPS3, Xbox 360, PS4 e Xbox One.

Metal Gear Solid: Ground Zeroes é o próximo game da mais famosa franquia de espionagem tática e conta com a direção direta do próprio Hideo Kojima. A história deve se passar em algum momento após os incidentes relatados em MGS: Peace Walker, ainda durante a Guerra Fria no mundo bipolar.
O game deve ter uma jogabilidade diferenciada e será o primeiro em que o jogador pode explorar os cenários livremente em um mundo aberto e até pilotar veículos, além de ser o estreante da tão falada FOX Engine, o mais novo motor gráfico desenvolvido pela Kojima Productions. Uma nova organização misteriosa, chamada de “XOF”, também foi revelada no trailer de apresentação.
Apesar dos gráficos surpreendentes, Kojima já deixou claro que o game, poderá ser jogado ainda na atual geração de consoles, mas sem descartar que ele possa ser lançado também na próxima. A previsão de lançamento para Metal Gear Solid: Ground Zeroes é para algum momento deste ano ou do próximo.